O Teorema Katherine

Livro menos conhecido de Green acaba sendo seu melhor

Com crise existencial no foco de sua trama, Teorema Katherine conquista o público de todas as idades.

Apesar de não ser tão famoso quanto A Culpa É das Estrelas e nem tão premiado quanto Cidades de Papel, O Teorema Katherine, também de John Green, tem tudo para superar os outros dois. O livro segue o mesmo tipo de escrita envolvente e história mais simples, novamente sem se apoiar muito só drama e nem em nenhum grande suspense, mas tudo isso a partir de uma eficiente trama que trabalha muito bem o sofrimento do protagonista.

Muito disso graças a sensibilidade do autor na hora de se aprofundar nos sentimentos desse rapaz, Colin Singleton, um tipo de criança genial desde bebê, mas que se tornou um viciado em fazer anagramas e em namorar garotas chamadas Katherine (“escrito exatamente dessa maneira”). E todas tem algo em comum além do nome: são elas que sempre terminam o relacionamento.

E quando a última Katherine, na verdade a 19°, termina com ele, seu melhor, e talvez único, amigo, um gordinho árabe chamado Hassan, resolve levá-lo para uma viagem sem destino pelo interior dos EUA. Decisão que é o ponto de partida para os dois viverem juntos uma série de aventuras, com encontros inusitados e a oportunidade do protagonista repensar sua própria vida.

O Teorema Katherine

Colin sofre pela falta de seu amor e também por achar que nunca alcançará seu objetivo de se tornar um grande gênio, como todos previam desde sua infância, motivo pelo qual ele acha que as Katherines terminam com ele. E Green trabalha muito bem esses conflitos, do garoto que perdeu “o amor de sua vida”, da desilusão amorosa e também da necessidade dele de se transformar em um gênio da humanidade, um reflexo do garoto prodígio que ficou para trás.

E é justamente essa busca pela genialidade, através de um teorema que teria a função de prever o desfecho de relacionamentos amorosos (e que dá nome ao livro), que torna a história tão interessante. Esse conflito interno marcando a passagem do garoto prodígio que quer se tornar um gênio adulto. Muito provavelmente o ponto alto da trama, já que leva o leitor para perto do personagem e cria uma enorme identificação com seu sofrimento.

Essa simplicidade de motivações é que faz o livro tão interessante, pois trata de algo palpável para todos nós, afinal quem nunca sofreu por amor? E quem nunca teve medo de não conseguir atingir as expectativas dos que estão à nossa volta, nossa família e amigos? São problemas que atingem todas as pessoas. Afinal, nem todo mundo tem câncer ou atravessa o país atrás de seus grande amor de infância.

O teorema Katherine Book Cover O teorema Katherine
"An Abundance of Katherines"
John Green
Intrinseca
2013
304

Um garoto que cresceu com o peso de ter que se tornar um gênio, acaba sofrendo uma desilusão amorosa depois que sua 19° namorada chamada Katherine o deixa e ele acaba seguindo viagem pelo país em busca de respostas a seu conflito interior.